Começou no Uni-FACEF a terceira edição do Hackathon que une tecnologia e inovação

Começou na manhã de sábado (27) a terceira edição do Hackathon que une tecnologia e inovação: o 3º Hackathon Uni-FACEF. Paralelamente a esse grande evento, acontece, também, a 3ª Maratona de Programação Uni-FACEF.

Sob a coordenação do Chefe de Departamento de Computação do Uni-FACEF, Prof. Dr. Daniel F. Pires, o Hackathon Uni-FACEF tem como um de seus objetivos, a criação e o desenvolvimento de aplicativos que contribuam para a melhora da qualidade de vida dos munícipes de Franca (SP), por se tratar de um hackathon social. Todos os docentes do Departamento de Computação dão suporte aos estudantes através de mentorias nesse evento que tem duração de 24 horas ininterruptas e acaba somente no dia seguinte (domingo, 28). Os alunos recebem apoio também, desde um mês antes do evento, da equipe do Departamento de Tecnologia da Informação (DTI) da Prefeitura de Franca, que sugere e discute propostas de projetos e idéias para se trabalhar na competição. Ainda, o DTI ajuda os alunos antes e durante o evento, no acesso, manipulação e interpretação de dados disponíveis no banco de dados da  prefeitura e que são utilizados nos aplicativos desenvolvidos. É uma grande experiência.

O Hackathon é um termo que combina os conceitos de hack (programar) e “marathon” (maratona). Mas, para o Uni-FACEF, o Hackathon é uma oportunidade para os estudantes dos cursos de Engenharia de Software e de Sistemas de Informação, da Instituição, de criarem e desenvolverem soluções transformadoras para a sociedade. Dessa forma, mais uma vez o Uni-FACEF cumpre com seu papel de agente de transformação social, ajudando a levar soluções para as demandas sociais.

Na edição de 2018 do Hackathon Uni-FACEF, participam 7 equipes dessa maratona de tecnologia e inovação. Cada equipe deve desenvolver um projeto inovador para a cidade de Franca, de forma a torná-la uma smart city (“Cidade Inteligente”).

Ao participar de uma maratona de tecnologia e inovação, o estudante do Uni-FACEF tem inúmeras vantagens, entre as quais destacam-se:

  • desenvolvimento de habilidades em criar/desenvolver projetos de inovação, aumentando suas competências, especialmente em um cenário no qual vai se consolidando a Indústria 4.0 (conceito que engloba inovações em automação, tecnologia da informação, manufatura etc);
  • busca e desenvolvimento de soluções em curto espaço de tempo;
  • gestão do trabalho colaborativo e do trabalho em equipe; e
  • oportunidade de mostrar, para organizações de Franca e região, suas competências e habilidades, promovendo o networking.

O Professor Daniel Pires destacou a importância dessa maratona de tecnologia e inovação e o apoio recebido do Uni-FACEF: “O 3º Hackathon Uni-FACEF e a 3ª Maratona de Programação Uni-FACEF, estão consolidados como eventos que contribuem para a formação profissional dos estudantes do Departamento de Computação do Uni-FACEF. Além disso, estudantes e ex-estudantes têm as portas do mercado de trabalho, nessa área, se abrindo para eles devido também às suas participações nas edições do Hackathon. E o Uni-FACEF, mais uma vez, apoia a realização do evento, nos dando condições de acolher as equipes de forma que possam trabalhar durante 24 horas, com qualidade”.

O Reitor do Uni-FACEF, Prof. Dr. José Alfredo de Pádua Guerra, destacou que é muito importante que a Instituição continue apoiando eventos dessa natureza, pois os resultados são importantes para todos: é positivo para o estudante, para o Departamento de Computação, para o Uni-FACEF e para a sociedade.

#unifacef #universidade #hackathon #hackathonunifacef #maratonadeprogramação #maratona #tecnologia #inovação #engenhariadesoftware #sistemasdeinformação #computação #hackathonsocial #francasp