Administração


O curso de Administração procura levar os estudantes a conhecerem as transformações que vêm ocorrendo na área de Administração, tanto nas indústrias, como no comércio, no setor de serviços e nas Instituições de ensino, tendo seu foco voltado principalmente para os aspectos de sustentabilidade e responsabilidade social.

São objetivos específicos do curso de Administração:

  1. Desenvolver uma formação teórica e humanística com a prática administrativa, refletindo sobre o homem e sua ação profissional, por meio de uma visão generalista, sólida e sistêmica do conjunto da sociedade organizacional local, regional, nacional e internacional. O profissional generalista é o que o mercado está necessitando, ou seja, aquele que sabe o que fazer, para quem fazer, como deve fazer, onde deve fazer e quando fazer.
  2. Formar um profissional com competências e habilidades humanas, conceituais, técnicas ou metódicas sendo Generalista / Polivalente, procurando, assim, alcançar a Eficiência, Eficácia e Efetividade, atendendo às necessidades sociais, políticas e econômicas, não se esquecendo da Ética Profissional e das condições de sustentabilidade dos negócios.
  3. Despertar no estudante o espírito critico para pesquisa, formando-o como um produtor de conhecimentos, assim como possibilitar-lhe outras perspectivas de atuação na área do ensino da Administração.
  4. Preparar o estudante para atuar como empreendedor.

Links Interessantes do Curso de Administração


Dados do curso

Criação Turno Regime Vagas Duração
1970 Diurno/Noturno Semestral 225 (75D/150N) 8 semestres (4 anos)
Habilitação Título
Bacharelado em Administração Bacharel em Administração

Aspectos Legais de Criação do Curso

  • Administração (período noturno): início em 01.03.70 com 1.683 alunos já formados pelo curso, oferecendo 150 vagas por semestre –, reconhecido DF / Port. Minist. 75.450/75 sendo reconhecido em 26.03.75;
  • Administração (período diurno): início em 01.03.98, oferecendo 75 vagas por semestre.

As últimas renovações de reconhecimento do curso de Administração ocorreram em 22/01/2003, através do Parecer CEE/GP nº 31/03 de 22/01/2003 publicado em 24/01/2003, em 28/05/2008, através do Parecer CEE/GP nº 293 de 28/05/2008 publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo de 29/05/2008 e, em 04/09/2013, pelo Parecer CEE/GP nº 344/13, publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo em 05/09/2013, sendo que, em todas, o curso obteve sua renovação de reconhecimento por cinco anos.

Veja mais informações sobre este curso no site do INEP clicando aqui.

Perfil desejado do egresso

O curso de Administração do Centro Universitário Municipal de Franca Uni-FACEF, prepara o egresso para agir com iniciativa na tomada de decisões, podendo atuar como autônomo, em empresa estatal ou privada, planejando, organizando, liderando e controlando os resultados dessas instituições e, também, prestar serviços diversos como: Gestor, Consultor e Assessor, podendo controlar atividades dos vários setores da organização, exercendo funções de comando.

Como funções profissionais alternativas, o Administrador poderá, ainda, atuar na área de Administração Geral, Finanças, Recursos Humanos, Marketing, Comércio Exterior, Produção, Auditoria, Projetos, Planejamento, Mercadologia, Informática, Consultorias, Serviços Públicos, Vendas, Compras, Custos, Logística, Organização e Métodos, Informações e Sistemas, dentre outras.

O profissional deverá estar apto para:

  • planejar, organizar, liderar, controlar, elaborar projetos  para alcançar a  rentabilidade e a produtividade das organizações. Construir uma política-financeira e orçamentária, lidar com números, estatística e fazer análise qualitativa e quantitativa;
  • solucionar problemas administrativos dentro das organizações.  Interagir com pessoas, parceiros, grupos e equipes.

Atuará, também, entre as organizações e seus talentos humanos, desenvolvendo cada vez mais seu potencial intelectual.

A qualificação dos Administradores constitui-se mais no “saber-ser” do que no “saber-fazer”, assim sendo, o administrador polivalente deve ser um generalista e não um especialista.


Diurno e noturno – (ingressantes a partir de 2016)

MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

(Aprovada no CEPE em 14/12/2015 para início em 2016)

TURMAS “A” “B” e “D”

 

SEMESTRE DISCIPLINA HORA/RELÓGIO
1º Semestre Contabilidade para Administradores I 66
Administração I 66
Economia I 66
Ciências Sociais e Políticas 33
Empreendedorismo I 33
Comunicação e Expressão I 66
CARGA HORÁRIA TOTAL – 1º SEMESTRE 330
2º Semestre Contabilidade para Administradores II 66
Administração II 66
Economia II 66
Marketing I 66
Comunicação e Expressão II 33
Empreendedorismo II 33
CARGA HORÁRIA TOTAL – 2º SEMESTRE 330
3º Semestre Administração da Produção e Operações I 66
Gestão Estratégica para Sustentabilidade 33
Direito Empresarial e Legislação Tributária 33
Matemática Financeira 66
Marketing II 66
Adm. Recursos Humanos I 66
CARGA HORÁRIA TOTAL – 3º SEMESTRE 330
4º Semestre Administração da Produção e Operações II 66
Adm. dos Sistemas de Informações e TI 66
Adm. Recursos Humanos II 66
Marketing III 66
Administração Financeira 66
CARGA HORÁRIA TOTAL – 4º SEMESTRE 330
Artigo Acadêmico I 80
5º Semestre Teoria Geral da Administração I 66
Estatística Aplicada á Administração I 66
Estrutura e Orçamento Empresarial 66
Administração de Varejo 66
Análise de Balanços 66
CARGA HORÁRIA TOTAL – 5º SEMESTRE 330
Trabalho Interdisciplinar I 120
6º Semestre Teoria Geral da Administração II 66
Estatística Aplicada á Administração II 66
Administração de Pequenas Empresas 33
Psicologia Organizacional 33
Contabilidade de Custos e Formação de Preço de Venda 66
Economia Brasileira 66
CARGA HORÁRIA TOTAL – 6º SEMESTRE 330
Trabalho Interdisciplinar II 120
7º Semestre Adm. dos Recursos Materiais e Patrimoniais 66
Modelos de Negociação 33
Mercados Financeiros 66
Gestão do Comércio Internacional 33
Administração Pública 66
Economia de Empresa 66
CARGA HORÁRIA TOTAL – 7º SEMESTRE 330
Trabalho Interdisciplinar III 120
Artigo Acadêmico II 80
8º Semestre Ética Profissional e Cidadania 33
Gestão do Agronegócio 66
Gestão de Projetos 66
Logística e Cadeia de Suprimentos 66
Governança Corporativa 66
Jogos de Empresa 33
CARGA HORÁRIA TOTAL – 8º SEMESTRE 330
Estágio Supervisionado 300

Diurno e noturno – (ingressantes até 2015)

SEMESTRE DISCIPLINA HORA/RELÓGIO
1º Semestre Introdução á Economia I 66
Istituições de Direito 33
Contabilidade Geral I 66
Língua Portuguesa I 33
Introdução á Administração I 66
Matemática 66
CARGA HORÁRIA TOTAL – 1º SEMESTRE 330
2º Semestre Introdução á Economia II 66
Contabilidade Geral II 66
Filosofia e Ética 33
Introdução as Ciências Sociais 33
Língua Portuguesa II 33
Introdução á Administração II 33
Matemática Financeira 66
CARGA HORÁRIA TOTAL – 2º SEMESTRE 330
3º Semestre Análise de Balanço 66
Administração Financeira 66
Mercado de Capitais 66
Tecnologia da Informação 33
Estatística 66
Metodologia Científica 33
CARGA HORÁRIA TOTAL – 3º SEMESTRE 330
4º Semestre Contabilidade de Custos 66
Administração de Sistema de Informações e Organização e Métodos 66
Adm. de Recursos Humanos I 66
Estatística Aplicada 66
Elaboração de Projetos para TCC 33
Empreendedorismo I 33
CARGA HORÁRIA TOTAL – 4º SEMESTRE 330
5º Semestre Psicologia Organizacional 33
Teoria Geral da Administração I 66
Administração da Produção e Operações I 66
Administração de Marketing I 66
Adm. de Recursos Humanos II 66
Empreendedorismo II 33
CARGA HORÁRIA TOTAL – 5º SEMESTRE 330
6º Semestre Comportamento Organizacional 33
Teoria Geral da Administração II 66
Administração da Produção e Operações II 66
Administração de Marketing II 66
Comércio Exterior I 33
Administração de Varejo 66
CARGA HORÁRIA TOTAL – 6º SEMESTRE 330
7º Semestre Estrutura e Orçamento Empresarial 66
Adm. Rec. Materiais e Patrimoniais 66
Comércio Exterior II 33
Economia de Empresas 66
Política de Negócio I 66
Modelos de Negociação 33
CARGA HORÁRIA TOTAL – 7º SEMESTRE 330
8º Semestre Logística e Cadeia de Suprimentos 66
Gestão Estratégica das Organizações 33
Economia Brasileira 66
Jogos de Empresa 33
Adm. Aplicada ao Setor Público 66
Gestão e Desenvolvimento Sustentável 66
CARGA HORÁRIA TOTAL – 8º SEMESTRE 330
ATIVIDADES HORAS
Estágio Supervisionado 300
Trabalho de Conclusão de Curso 240
Atividades Complementares 120

RESUMO AULAS HORAS
Conteúdo de Formação Básica 760 633
Conteúdo de Formação Profissional 1400 1167
Conteúdos de Estudos Quantitativos e suas Tecnologias 320 266
Conteúdos de Formação Complementar 720 600
Total da Carga Horária em Sala de Aula 3200 2666 horas
Conteúdo extra classe em Horas 600 horas
TOTAL GERAL DA CARGA HORÁRIA 3326 horas


ALFREDO JOSÉ MACHADO NETO

  • Comércio Internacional, Cenários Econômicos, Marketing Hoteleiro

ANA LÚCIA FURQUIM CAMPOS TOSCANO

  • Análise do discurso em lingüística

ANA TEREZA JACINTO TEIXEIRA

  • Demografia (população), Industrialização, Educação e economia, Sociedade, cultura e economia

ANDRÉ LUÍS CENTOFANTE ALVES

  • Mercado de Capitais, Gestão Pública, Gestão de Organizações do Terceiro Setor, Desenvolvimento Sustentável, Sustentabilidade, Responsabilidade Social Empresarial, Governança Corporativa

ANTÔNIO CARLOS DA SILVA FILHO

  • Análise de séries temporais, Sistemas dinâmicos, Caos e fractais

ANTÔNIO DOS SANTOS MORAES JÚNIOR

  • Mercado de trabalho, Empreendedorismo, Clusters/ Arranjos Produtivos Locais/ Redes de Empresas, Programas Geração de Emprego e Renda

ANTÔNIO SOARES CERVILA

  • Linhas de Produção, Processos, Automação, Tecnologia de Informações, Qualidade Total, Projeto de produtos, Localização de empresas, Logística

ARNALDO ANTÔNIO RUFINO BATISTA

  • Finanças, Custos, Auditoria e perícia, Métodos e técnicas de pesquisa

AUGUSTO APARECIDO MAZIER

  • Balanço Social, Custos ABC, R.H. Gestão de Pessoas

CARLA APARECIDA ARENA VENTURA

  • Negociação Empresarial, Teorias da Organização, Visão Sistêmica e Administração, Política de Negóciosucional/professores-corpo-docente/#carlos

CARLOS BRUNO BETTARELLO

  • Comércio exterior, Logística, Economia Internacional, Câmbio

CARLOS RENATO DONZELLI

  • Varejo, Crédito, Sistema Financeiro, Finanças, Governança Corporativa

CÉLIA HELENA MARTINS ROSA

  • Gestão de Empresas Familiares, Auditoria, Análise Comparativa das Empresas (comerciais e industriais)

CLÉSIO ANTÔNIO DOURADO

  • Marketing, Gestão Empresarial Estratégica

DOROTI DAISY MANTOVANI

  • Q.V.T. Qualidade de Vida no Trabalho, Estratégias em gestão de pessoas, Cultura e Clima OP, Comportamento do consumidor, Motivação, Chefia e liderança, Emoções, Assédio moral, Comprometimento, Estresse

FERNANDO JOSÉ DA CONCEIÇÃO LOURENÇO

  • Avaliação de Desempenho de índices econômicos e financeiros

FRANCISMAR MONTEIRO

  • Gestão de Materiais, Estratégias, Planejamento Estratégico, Logística, Terceirização, Gestão da Produção, Gestão de Projetos, Gestão de Serviços, Visão Sistêmica e Administração, Teorias da Organização, Teorias da Administração, Administração Geral, Formação do Administrador, Ética e Responsabilidade Social e Ambiental

HÉLCIO MARTINS TRISTÃO

  • Cluster, Cooperação, Rede de Empresas, Qualidade na gestão do processo de desenvolvimento do produto

HELENO PAIM

  • Finanças, Matemática Aplicada

HÉLIO BRAGA FILHO

  • Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Reestruturação Produtiva, Indústria , Trabalho e Globalização, Economia Industrial

JOSÉ ALFREDO DE PÁDUA GUERRA

  • Economia, Administração Hoteleira, Administração PMES, Métodos Quantitativos e Finanças

LUIS MENDES DE OLIVEIRA

  • Sistemas de Informação, Informática, Qualidade Total, Empreendedorismo, Organização, Sistemas e Métodos, e-commerce, e-goverment, Tecnologia Bancária, Gestão de Valores Humanos

MÁRCIO BENEVIDES LESSA

  • Contas Nacionais, Microeconomia, Economia do Setor Público, Economia de Empresas

MARCOS SILVESTRE GERA

  • Filosofia das Empresas, Responsabilidade Sócio-ecológica, Sustentabilidade

MARIA ZITA DE FIGUEIREIDO GERA

  • Relações Interpessoais, Desenvolvimento Social e da personalidade, Papéis e Estruturas Sociais, Individúo, Serviço Social do Trabalho

MARINÊS SANTANA JUSTO SMITH

  • Administração Financeira e Contábil das PMEs, Responsabilidade Social e Ética Empresarial, Eventos

MÁRIO FRANCISCO CHAGAS

  • Auditoria Empresarial de Balanços, Contabilidade e Análise de Custos, Cooperativismo, Projetos de Captação de Recursos para o Terceiro Setor (OSCIP), Administração de Condomínios, Serviços Fisco-contábeis e Trabalhistas para PMEs

MELISSA FRANCHINI CAVALCANTI BANDOS

  • Negociação, Varejo, Gestão Empresarial, Teoria de Jogos

NARA LÚCIA FACIOLI

  • Sistemas de Qualidade, Ciências de Alimentos, Tecnologia de Alimentos, Processo químico e enzimático de esterificação, Hotelaria e Turismo, Administração Hoteleira (hospedagem, alimentos, bebidas, manutenção), Metodologia Científica, Implantação de Projetos Poteleiros

ORIVALDO DONZELLI

  • Licitação e Contratos Públicos, Contabilidade Pública, Finanças Públicas, Varejo, Terceirização, Planejamento e Projetos, Lei de Responsabilidade Fiscal

PAULO SÉRGIO MOREIRA GUEDINE

  • Direito do Consumidor, Direito do Trabalhador

PAULO DE TARSO OLIVEIRA

  • Educação, Trabalho e formação do Administrador, Educação nas organizações, Gestão Universitária, Formação do Administrador

SILVIA ALONSO Y ALONSO BITTAR CUNHA

  • A Organização que Aprende, Organização do Conhecimento, Gestão por Competências

SILVIO CARVALHO NETO

  • Tecnologia da Informação, Gestão de TI, Pesquisa de Marketing, Métodos Quantitativos em Administração

THALISA MARIA JATI GILBERTO

  • Educação Financeira, Finanças corporativas, Mercado de capitais, Contabilidade Financeira, Desenvolvimento sustentável e Estratégia Empresarial

VÂNIA LEMOS ZAMBONI

  • Qualidade de Vida, Gestão de Pessoas


O curso de Administração do Uni-FACEF adota um processo de avaliação contínua, por meio de múltiplos instrumentos de avaliação.

Os resultados do processo de avaliação servem para redimensionar o ensino e a aprendizagem e todo o planejamento inicialmente elaborado.

A avaliação acompanha todo o processo de formação discente, não sendo vista, portanto como resultado, mas como diagnóstico ou formação. Sendo assim, é desenvolvida em todas as aulas, através de seminários, participações, debates, trabalhos de resumo, resenha e fichamentos, dramatizações, escrita de artigos e de pesquisas cientifica, TCC e etc. todos os instrumentos são mobilizados com o objetivo de formar integralmente, cientifica, cultural, artística e ética – o corpo docente.

O estudante deve apresentar ao final do semestre, a média mínima 6,0 (seis) pontos por disciplina e, ainda 75% (setenta e cinco por cento) de freqüência em cada disciplina. Não obtendo esses índices, fica em regime de dependência. O aluno poderá carregar 04 ( quatro) disciplinas, em regime de dependência, para o semestre seguinte. São atribuídas duas médias por semestre, compostas em cada disciplina, por no mínimo, dois instrumentos de avaliação, em cada bimestre, sendo uma prova escrita individual e qualquer outro instrumento de avaliação, para a composição da média do bimestre.

Ao final de cada semestre, são realizadas provas substitutivas, para os estudantes que no computo da média final das avaliações bimestrais não conseguiram aprovação.

Já as provas de dependência, de adaptação e também os trabalhos relativos a esses processos são organizados e agendados pelos próprios professores, nos dois bimestres do semestre e afixados nos murais das salas de aula. Os alunos em licença, por saúde ou licença gestante ou maternidade, seguem os seguintes procedimentos:

  • o aluno ( ou seu procurador) deverá apresentar na secretaria do Uni-FACEF Centro Universitário Municipal de Franca, atestado médico ou certidão de nascimento do filho, juntamente com o requerimento preenchido no local;
  • o prazo para retirada dos trabalhos e a data de entrega dos mesmos deve ser determinada pela coordenação do curso, que deverá levar em conta o tempo para a preparação dos trabalhos pelos professores;
  • as médias são fornecidas após a correção e entrega dos trabalhos pelos professores;
  • os prazos estipulados pela coordenação do curso, não podem ser alterados pelos alunos.

Também nas provas de dependência e de adaptação a média bimestral a ser atingida pelos alunos deve ser 6,0 (seis ) pontos.

Práticas formais de avaliação

As avaliações do processo ensino-aprendizagem são realizadas conforme estratégias metodológicas previstas nos planos de ensino, observando-se alguns dos seguintes critérios:

  • provas escritas;
  • avaliações bimestrais;
  • provas substitutivas;
  • seminários, envolvendo temas emergentes;
  • interpretação de textos, com o objetivo de desenvolver no aluno habilidades de interpretação, raciocínio e poder de síntese;
  • estudos de casos – desenvolvimento de estudo de casos práticos;
  • trabalhos com discussões de relatórios, em função de um estudo de caso de artigo, revistas, jornais ou vídeos em que se discutem as conclusões dos grupos;
  • pesquisas diversas – coleta e análise de informações conjunturais;
  • pesquisas via Internet – acesso de seus usuários às informações constantes de seus bancos de dados;
  • avaliação de relatórios de Práticas orientadas internas e externas;
  • avaliação de atividades extra classe realizadas em períodos de temporadas, recesso e férias, através de relatórios e acompanhamento de profissionais e do Coordenador de Práticas orientadas;
  • simulação e criação de empresas – aplicação da teoria à prática, inclusive utilizando-se a interdisciplinaridade; e
  • estágio supervisionado obrigatório.

Estágio supervisionado

Definição

O Estágio supervisionado do curso de Administração do Centro Universitário Municipal de Franca Uni-FACEF constitui-se em um trabalho, em que as atividades práticas são exercidas mediante fundamentação teórica prévia ou simultaneamente adquirida.

Finalidade

A finalidade do Estágio é integrar o processo de ensino-pesquisa-aprendizagem, proporcionando aos alunos vivência prática para o aprimoramento das habilidades exigidas pelo curso e pelo mercado de trabalho, gerando trabalhos técnicos, que produzam fontes de pesquisa relevantes para o aluno, escola e empresas.

Legislação

O estágio cumprido pelos alunos de Administração, baseia-se nos termos da LEI n.º 6494 de 07-12-77 e do decreto n.º87497, de 18-08-82, e segue normas traçadas pelo Uni- FACEF, conforme seu manual de Estágio.

Diretrizes

  • Os trabalhos de estágio são desenvolvidos em função dos interesses das empresas, do aluno e da escola.
  • Os trabalhos e orientação do estágio são individuais, com acompanhamento sistemático do responsável técnico e do orientador do estágio.
  • O estudante poderá estagiar durante o curso, porém somente as horas de estágio dos últimos três semestres são válidas para conclusão do curso.
  • A realização do estágio é de grande importância, visto que atende tanto ao aspecto de terminalidade do curso, como também oferece subsídios suficientes para o efetivo exercício profissional.
  • O estágio é necessário para o recebimento do diploma, sem o qual não poderá exercer legalmente a profissão.
  • O estágio é realizado com uma carga mínima de 300 horas.
    O conteúdo do Estágio deverá seguir as instruções gerais do Manual do Estagiário, adotado pelo Uni-FACEF.
  • A sistemática do estágio deverá ser avaliada periodicamente e acompanhada pelo Coordenador de Estágio.

Áreas para realização do estágio

O estágio supervisionado pode abranger assuntos relacionados a várias disciplinas e o acadêmico poderá optar pelas seguintes áreas, para a realização do seu estágio:

  • Teoria da Administração
  • Administração Mercadológica
  • Administração da Produção
  • Administração de Recursos Humanos
  • Administração Contábil e Financeira
  • Administração Financeira e Orçamentária
  • Administração dos Recursos Materiais e Patrimoniais
  • Administração de Sistemas de Informações
  • Organização, Sistema e Métodos, e outras.

Supervisão (coordenador do estágio)

A Supervisão, sob a responsabilidade de um orientador especializado nas áreas de estágio, com vistas à qualidade, à excelência e à produção acadêmica está responsável por:

  • coordenar continuamente, criando mecanismos facilitadores do processo de estágio;
  • manter contatos contínuos com empresas da indústria, comércio e serviços, promovendo parcerias;
  • sensibilizar o público externo com relação à aceitação do estágio;
  • divulgar, anualmente, o resultado dos estágios; e
  • manter contínuo contato com as organizações que fazem parcerias para realização dos estágios.

Durante a realização do estágio deve haver um balanceamento entre os aspectos teóricos e práticos, que será definido pelo professor orientador, capacitando o aluno à análise crítica e proposição criativa de soluções técnicas para os problemas diagnosticados. Para tanto, os cursos devem, necessariamente, oportunizar aos estagiários orientação formal, tanto de conteúdo técnico como método lógico.


Atividades obrigatórias

Trabalho de Conclusão de Curso

Início, no máximo, no 5º semestre e entrega no 7° semestre. As explicações sobre sua condução e o regulamento para a elaboração do trabalho são entregues por ocasião do início do desenvolvimento do processo. Os trabalhos são orientados pelos professores do Uni-FACEF conforme linhas de pesquisa.

Estágio Supervisionado

Os alunos poderão estagiar durante o curso, a partir do 3º semestre, onde serão computadas 60 horas de estágio por semestre até o 7º semestre do curso, nas diversas áreas de atuação do administrador. Somente serão válidas a partir da efetivação da matrícula.

A realização do Estágio é de grande importância, visto que atende tanto ao aspecto legal do curso, como também oferece subsídios suficientes para o efetivo exercício profissional.

É importante também lembrá-lo que o Estágio é necessário para o recebimento do diploma, sem o qual não poderá exercer legalmente sua profissão.

O estágio curricular é realizado com carga mínima de 300 horas.

O estágio poderá ser realizado em uma ou mais empresas.

O Estágio deve propiciar a complementação do ensino e da aprendizagem, devendo ser planejado, executado, acompanhado e avaliado em conformidade com o currículo, conteúdo programático e calendário escolar, a fim de se constituir em instrumento de integração, de treinamento prático, de aperfeiçoamento técnico – cultural – científico e de relacionamento humano.

Artigos Científicos

Com datas de entrega programadas para os 2º, 4º, 6º e 8º semestres. O regulamento que rege a elaboração dos artigos (objetivo, justificativa, critérios de avaliação, apresentação, elaboração do conteúdo e respectiva formatação) será entregue e explicado ao aluno por ocasião do desenvolvimento da atividade. Os artigos são orientados pelos professores do Uni-FACEF, conforme linhas de pesquisa.

Trabalho Interdisciplinar

Atividades de intercâmbio, extensão e serviços

O Centro Universitário Municipal de Franca Uni-FACEF, através de seus Departamentos de Curso, elabora, anualmente, um programa de eventos a ser oferecido aos acadêmicos dos cursos e, geralmente, extensivo à comunidade local e regional, dos quais, poderíamos destacar:

  • Cursos de Extensão Universitária, Espanhol, Inglês e Computação;
  • Semana e Jornadas Econômicas, Administrativas e Contábeis, com palestras, debates, ligadas aos conteúdos programáticos dos cursos;
  • Palestras em parceria com a ACIF (Associação do Comércio e Indústrias de Franca), SEBRAE etc;
  • Participação em vários Congressos, Seminários e Encontros, tanto aos discentes como aos docentes;
  • Workshop;
  • Visitas técnicas;
  • Micro estágios;
  • Palestras intercalasses;
  • Palestras intercursos;
  • Jogos universitários de integração;
  • Seminários e congressos universitários;
  • Atualização, aperfeiçoamento e especializações com cursos às sextas-feiras, sábados e nas férias; e
  • Cursos em parceria com Associação Comércio e Indústria, Sindicato dos Trabalhadores, Empresa Júnior FACEF, a fim de alocar ou realocar os trabalhadores.

Além dessas atividades, o Uni-FACEF está sempre aberta a qualquer tipo de convênios que venham a ser de interesse da comunidade de Franca e região.

Programa de Iniciação Científica

São destinadas 2 (duas) bolsas, anualmente, para o curso de Administração. Além das duas bolsas, o aluno também pode concorrer à bolsa de melhor projeto de pesquisa.


Laboratórios de Informática

O Uni-FACEF conta atualmente com 4 (quatro) laboratórios de informática, com a seguinte configuração:

  • Laboratório I (Unidade I): 36 microcomputadores com processador Intel Core 2 Quad – 2,33 GHz, HD 160  GB, memória RAM 1 GB, Leitor e Gravador de CD e DVD;
  • Laboratório II (Sala 10, Unidade II): 36 microcomputadores com processador  AMD Phenon II X4 – 3,2 GHz, HD 1 TB, memória RAM 8 GB;
  • Laboratório III (Sala 207, Unidade II): 49 microcomputadores com processador Intel Core 2 Quad – 2,33 GHz, HD 160  GB, memória RAM 1 GB, Leitor e Gravador de CD e DVD;
  • Laboratório IV (Sala 107, Unidade II): 49 microcomputadores com processador  AMD Phenon II X4 – 3,2 GHz, HD 1 TB, memória RAM 8 GB.

Todos os laboratórios contam com datashow.

Os computadores estão interligados em rede, possuem acesso em banda larga à Internet e têm instalados softwares específicos para elaboração de atividades acadêmicas, administrativas, especiais, de pesquisa e de jogos de empresas.

Os laboratórios de informática funcionam diariamente de 2ª a 6ª feira das 7h30 às 22h30.

Laboratório de Línguas

O Uni-FACEF Centro Universitário Municipal de Franca possui um laboratório de línguas, com capacidade de atendimento simultâneo a 30 (trinta) alunos, contendo equipamentos eletro-eletrônicos periféricos, com mobiliário de marcenaria, instalado em uma sala de 8 x 10 metros, para uso dos alunos do curso de Letras do Uni-FACEF (em aulas de Língua Inglesa, Prática de Língua Inglesa e Literaturas Inglesa e Norte-americana) e para outros alunos de outros cursos, supervisionados por professores de línguas estrangeiras em atividades afins.
O equipamento possibilita, por meio do laboratório de multimeios:
a) a exibição na tela de projeção, através do projetor multimídia, (tela de projeção e projetor multimídia) de qualquer dos conteúdos constantes na tela do microcomputador, incluindo-se conteúdos pré-programados em editor de texto, CD-ROM ou oriundos da Internet ou dos aparelhos de reprodução de videocassete ou DVD;
b) tecla de seleção da imagem a ser exibida pelo projetor de multimídia;
c) o posicionamento, via meio eletrônico, de todos os alunos em ambiente virtual onde possam conversar entre si, interagindo nas conversações, ou seja, ouvindo e participando perfeitamente das conversações;
d) a conversação, via meio eletrônico, entre os alunos, formando pares de cabinas de alunos, sem restrição quanto ao número e posicionamento de pares formados; e
e) a aplicação simultânea de pelo menos três técnicas metodológicas a grupos diferenciados, quer sejam em tamanho e/ou em disposição física das cabinas individuais dos alunos.

Equipamentos:

  • 1 tela de projeção
  • 1 projetor multimídia
  • 1 microcomputador
  • 2 gravadores de fita cassete
  • 1 vídeocassete de 7 cabeças
  • 30 kits multimídia (gravador/reprodutor de fita cassete, fone de ouvido com microfones acoplados e painel de controle)