Matemática


 

A Matemática é a mais universal das linguagens e a mais aplicada das ciências. Está presente em todas as civilizações, em todos os ramos do conhecimento e no dia-a-dia de todos nós. A sua existência independe de estarmos cientes ou não desta presença. Algumas pessoas não se dão conta, mas sem a Matemática não conseguiríamos produzir, distribuir, comercializar, comprar e vender. Não teríamos tecnologia de ponta, nem laboratórios de pesquisa, nem viagens espaciais. Não teríamos Internet, videogame ou celulares. Seríamos inviáveis.

O Uni-FACEF Centro Universitário Municipal de Franca, consciente dessa realidade e perseguindo o propósito de oferecer à população que o procura, para seus estudos superiores, cursos que atendam tanto à demanda quanto ao dever social, oferece, desde 2006, seu curso superior de Matemática, objetivando, assim, satisfazer ao interesse e às necessidades da sociedade.

O curso de Licenciatura em Matemática, tem como finalidade precípua formar professores para os Ensinos Fundamental e Médio, bem como dar embasamento ao aluno para a continuidade de estudos em pós-graduações para atuar no Ensino Superior.  É um curso com quatro anos de duração – oito semestres -, um conjunto de disciplinas cuidadosamente escolhidas e um corpo docente altamente qualificado, constituído, essencialmente, de mestres e doutores. Com uma proposta de formar professores de Matemática que dominem as técnicas didáticas e o conhecimento matemático, é a opção indicada para os que desejam ensinar e saibam o que estão ensinando. Levando em consideração a carência de profissionais na área Educacional para atual junto a matemática, tais profissionais tem uma alta e rápida receptividade  no mercado de trabalho, nas esferas publicas e particulares.

A empregabilidade no curso de Licenciatura em Matemática é de 100%. Nossos alunos podem atuar desde a graduação nas escolas, e, ao se formarem, possuem experiências significativas com várias realidades escolares. Existem também os egressos que decidem se dedicar à carreira acadêmica, como professores do Ensino Superior e pesquisadores. Ainda outros optam por atuar em áreas como as relacionadas às tecnologias e às finanças.

Na avaliação do Ministério da Educação (Enade 2017), este curso possui nota 3, em uma escala de 1 à 5.


Dados do curso

Criação Turno Regime Vagas Duração
2006 Noturno Semestral 50 8 semestres (4 anos)
Habilitação Título
Licenciatura em Matemática Licenciado em Matemática 

Aspectos Legais de Criação do Curso

Em reunião do Conselho Universitário do Uni-FACEF, de 23/12/2004, ficou decidida a abertura do curso de Matemática (habilitações Licenciatura e Bacharelado), com início no ano letivo de 2005. Ressalta-se que o referido curso já constava do PDI – Plano de Desenvolvimento Institucional – apresentado no processo de transformação da Faculdade em Centro Universitário.

Enquanto Centro Universitário, com autonomia para criar e extinguir cursos, mas respondendo ao Conselho Estadual de Educação do Estado de São Paulo, a IES informou a este Conselho, por meio do Ofício nº 0218/04, a criação do curso de Matemática. A publicação do ato foi feita no Diário Oficial do Estado de São Paulo, volume 114, número 246 de 30/12/2004. O Conselho Estadual de Educação respondeu ter tomado conhecimento da abertura do curso, por meio do Ofício GP nº 1812005. Também a inclusão do curso no INEP foi realizada em março de 2005, por meio do Ofício 61/2005, deste Centro Universitário.

Veja mais informações sobre Matemática (Licenciatura) no site do INEP clicando aqui.

Perfil Profissiográfico do Egresso

O objetivo primordial do curso de Licenciatura em Matemática é o de formar um professor de Matemática para o segundo ciclo do Ensino Fundamental e para o Ensino Médio. Como professor, o egresso será um educador e estará apto tanto a ensinar conteúdo quanto a dominar as técnicas pedagógicas adequadas a cada idade e a cada indivíduo.

O curso de Licenciatura do Uni-Facef propiciará, aos seus estudantes, uma formação competente em ambas as frentes. Por um lado, focará o domínio do conhecimento matemático e, por outro, focará uma ampla formação didática e pedagógica.

O conteúdo matemático, no Uni-Facef, é construído em duas frentes: uma lógico-dedutiva e uma outra computacional e combinatorial. Assim, o graduado no curso adquirirá habilidades específicas na formulação de raciocínios dedutivos claros e coerentes, bem como habilidades manipulativas na resolução de problemas. Aprenderá Matemática pensando Matemática e, fundamentalmente, fazendo Matemática. Os raciocínios concretos e os abstratos farão parte de um todo, naturalmente, sem antagonismos nem maniqueísmos.

O curso de Licenciatura do Uni-Facef formará professores que, respeitando as características culturais da nossa sociedade, contribuam para a modificação e transformação desta mesma sociedade em direção a um patamar de maior qualidade que o país tanto necessita. O Uni-Facef, enfrentando este desafio, coloca esta reflexão como principal meta do seu curso de Licenciatura em Matemática.


Válida a partir de 2013

SEMESTRE DISCIPLINA HORA/RELÓGIO
1º Semestre Fundamentos I do Cálculo 66
Geometria Euclidiana 66
Estatística Descritiva 66
Matemática Computacional 66
Estrutura Funcionamento Educação Básica 66
CARGA HORÁRIA TOTAL – 1º SEMESTRE 330
2º Semestre Teoria dos Conjuntos e Funções 66
Cálculo Diferencial e Integral I 66
Probabilidade e Estatística 66
Matemática Financeira 66
História da Matemática 66
CARGA HORÁRIA TOTAL – 2º SEMESTRE 330
3º Semestre Teoria dos Números 66
Vetores e Geometria Analítica 66
Desenho Geométrico e Geometria Descritiva 66
Cálculo Diferencial e Integral II 66
Prática de Ensino de Matemática I 99
CARGA HORÁRIA TOTAL – 3º SEMESTRE 363
4º Semestre Álgebra Linear 66
Cálculo Diferencial e Integral III 66
Cálculo Numérico 66
Matemática e Linguagem 33
Metodologia Científica 33
Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS 66
Prática de Ensino de Matemática II 99
CARGA HORÁRIA TOTAL – 4º SEMESTRE 429
5º Semestre Física Geral e Experimental I 66
Estruturas Algébricas 66
Análise Vetorial 66
Didática 66
Prática de Ensino de Matemática III 132
CARGA HORÁRIA TOTAL – 5º SEMESTRE 396
6º Semestre Análise Real 66
Equações Diferenciais 66
Física Geral e Experimental II 66
Psicologia da Educação 66
Prática de Ensino de Matemática IV 132
CARGA HORÁRIA TOTAL – 6º SEMESTRE 396

SUBTOTAL 2244 hs
ESTÁGIO SUPERVISIONADO (Realizadas nos 4º, 5º e 6º semestres) 400 hs
ATIVIDADES COMPLEMENTARES (Realizadas durante os seis semestres do curso) 200 hs
TOTAL GERAL DO CURSO 2844 hs
Optativa – Experimentos de Física 033 hs


Docente Titulação Linhas de Pesquisa
Adriana Aparecida Silvestre Gera Mestre em Psicologia Educacional
  • Metodologia e Técnicas de Pesquisa
  • Didática
  • Psicologia da Educação
  • Prática Educativas
Antônio Carlos da Silva Filho Doutor em Física das Partículas Elementares
  • Análise e Previsão de Séries Temporais
  • Sistemas Dinâmicos e Caos
  • Sistemas Complexos
  • Econofísica
  • Cromodinâmica Quântica
  • Relatividade Geral
  • Doenças Dinâmicas
Lucinda Maria de Fátima Rodrigues Coelho Doutora em Física do Estado Sólido
  • Física do Estado Sólido
  • Mecânica Estatística
  • Ensino de Matemática
  • Estatística Matemática
Silvia Regina Viel Doutora em Educação Matemática
  • História da Matemática
  • Matemática Computacional
  • Prática de Ensino
Letícia Faleiros Chaves Rodrigues Mestre em Matemática Universitária
  • Matemática Aplicada
Heloísa Helena Vallim de Melo Mestre em Linguística
  • Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS)
Maria Eloísa de Souza Ivan Doutora em Estudos Literários
  • Literatura Brasileira
  • Literaturas de Língua Portuguesa
  • Teoria da Literatura
  • Literatura Infantil



O curso de Matemática do Uni-FACEF adota um processo de avaliação contínua, por meio de múltiplos instrumentos de avaliação.

Os resultados do processo de avaliação servem para redimensionar o ensino e a aprendizagem e todo o planejamento inicialmente elaborado.

A avaliação acompanha todo o processo de formação discente, não sendo vista, portanto, como resultado, mas como diagnóstico ou formação. Sendo assim, é desenvolvida em todas as aulas, através de seminários, participações, debates, trabalhos de resumo, resenha e fichamentos, dramatizações, escrita de artigos e de pesquisas científicas, TCC etc. Todos os instrumentos são mobilizados com o objetivo de formar integralmente (científica, cultural, artística e éticamente) o corpo discente.

O aluno deve apresentar, ao final do semestre, a média mínima 6,0 (seis) pontos por disciplina e, ainda, 75% (setenta e cinco por cento) de frequência em cada disciplina. Não obtendo esses índices, fica em regime de dependência. São atribuídas duas médias por semestre, compostas, em cada disciplina, por, no mínimo, dois instrumentos de avaliação, em cada bimestre, sendo uma prova escrita individual e por qualquer outro instrumento de avaliação.

As provas de dependência e as de provas de adaptação e também os trabalhos relativos a esses processos são organizados e agendados pelos próprios professores, nos dois bimestres do semestre e afixados nos murais da sala de aula.

Os alunos em licença, por saúde ou licença gestante ou maternidade, seguem os seguintes procedimentos:

o aluno (ou seu procurador) deverá apresentar, na Secretaria do Uni-FACEF Centro Universitário Municipal de Franca, atestado médico ou certidão de nascimento do filho, juntamente com requerimento preenchido no local;
o prazo para a retirada dos trabalhos e a data de entrega dos mesmos deve ser determinada pela Secretaria, que deverá levar em conta o tempo para a preparação dos trabalhos pelos professores;
as médias são fornecidas após a correção e entrega dos trabalhos pelos professores;
os prazos estipulados pela Secretaria não podem ser alterados pelos alunos.
Também nas provas de dependência e de adaptação a média bimestral a ser atingida pelos alunos deve ser 6,0 (seis) pontos.

O Regulamento Institucional de Dependência orientará os alunos nessa situação.

Práticas Formais de Avaliação
São realizadas avaliações orais e escritas. Cada docente do curso tem autonomia para avaliar o conteúdo ministrado e os objetivos estabelecidos, fazendo uso de, pelo menos, dois instrumentos diferentes de avaliação por bimestre.

A IES define períodos de provas, ao final de cada bimestre, ou seja, ao final de abril, ao final de junho, ao final de setembro e ao final de novembro. O início do mês de dezembro é destinado às avaliações substitutivas.

Dado o período de avaliações, o Departamento define as datas de realização das avaliações das diversas disciplinas. As avaliações são aplicadas no dia e no horário dos respectivos professores. Desde o início do ano, os estudantes recebem dois calendários – o Acadêmico, que é geral para todos os estudantes do Uni-FACEF Centro Universitário Municipal de Franca – e o calendário do Curso – em que constam todas as especificidades de ensino, pesquisa e extensão do curso.


Atividades de Extensão

Os cursos de Matemática do Uni-FACEF Centro Universitário Municipal de Franca propiciam aos seus estudantes, como atividades permanentes de extensão:

  • a Semana da Matemática, com frequência anual;
  • excursões (a partir do segundo ano) para participação em eventos culturais ou acadêmicos – anual – cujo evento a ser visitado, contemplado, assistido, depende do conteúdo tratado em sala de aula;
  • Seminário de Pesquisa (a partir do segundo ano) em que os estudantes têm oportunidade de apresentar o resultado de pesquisas científicas, realizadas com a orientação do corpo docente do curso – com freqüência anual.
  • a publicação de textos de gêneros distintos no jornal periódico da Instituição – o Folhetim. Os estudantes são designados, voluntariamente, desde o início do ano para a publicação no jornal. Os textos podem ser escritos em co-autoria e são considerados como atividades de extensão.

Atividades Obrigatórias

  • 1 artigo científico – com data de entrega programada para o 6º semestre. O regulamento que rege a elaboração do artigos – objetivo, justificativa, critérios de avaliação, apresentação, elaboração do conteúdo e respectiva formatação – é entregue e explicado ao aluno por ocasião do desenvolvimento da atividade. Os artigos são orientados pelos professores do Departamento, conforme linha de pesquisa de cada docente.
  • 200 horas de atividades acadêmicas, científicas e culturais complementares – desenvolvidas no decorrer do curso. O regulamento que rege as atividades, assim como a pasta de registro são entregues, a cada estudante, ao início do 1º semestre, em momento específico destinado à orientação.
  • 400 horas de estágio supervisionado – 200 horas no 4º semestre / 200 horas nos 5º e 6º semestres. O regulamento e as pastas de estágio são entregues por ocasião do início da realização da atividade.
  • Trabalho de Conclusão de Curso – início no 3º semestre e entrega no 6º semestre. O regulamento que rege a elaboração do trabalho e as explicações sobre sua condução são entregues por ocasião do início do desenvolvimento do processo. Os trabalhos são orientados pelos professores do Departamento, conforme linhas de pesquisa apresentadas.

Monitoria

O Sistema de Monitoria, do Centro Universitário Municipal de Franca, envolve alunos em tarefas de ensino e pesquisa, de acordo com o seu aproveitamento escolar e seu plano de estudos. As normas constantes do Regulamento se fundamentam no Artigo 84 da Lei Federal n° 9394, de 20/12/96, combinado com o Artigo 124 do Regimento Geral do Centro Universitário Municipal de Franca e tem como finalidades:

  1. proporcionar condições didático-pedagógicas aos discentes de educação superior do Centro Universitário Municipal de Franca, visando incentivá-los ao ensino e à pesquisa cientifica, através de atividades teóricas e/ou praticas, exercidas junto às disciplinas dos cursos superiores de graduação, sob a orientação do professor da respectiva disciplina;
  2. preparar o futuro docente, mediante a capacitação em serviços, associando.
    • desenvolver atitudes, habilidades e competências, referentes:
    • ao comprometimento com os valores inspiradores da sociedade democrática;
    • a compreensão do papel social da instituição de ensino;
    • ao domínio dos conteúdos e de seus significados em diferentes contextos e de sua articulação interdisciplinar;
    • ao domínio do conhecimento pedagógico;
    • ao conhecimento de processos de investigação que possibilitem o
    • aperfeiçoamento da prática pedagógica;
    • ao gerenciamento do próprio desenvolvimento profissional.

O monitor exercerá suas funções pelo período de um semestre letivo, a partir do início das aulas, recebendo ao final das suas atividades, um Certificado de Monitor da disciplina. O monitor não pode ministrar aulas teóricas ou práticas correspondentes à carga horária regular da disciplina curricular, na ausência do professor responsável. Os monitores do curso de Matemática terão, a partir do primeiro semestre de 2007, uma sala especial no segundo piso, da Unidade II, do Uni-FACEF, para desenvolverem as atividades de monitoria, atendendo aos estudantes dos 1º e 2º semestres.

Os monitores são selecionados por meio de prova escrita e desempenho na disciplina escolhida para monitoria.
A carga horária da monitoria é de seis horas-semanais, supervisionadas por um professor e pela Chefia de Departamento. O controle de freqüência é a assinatura de um caderno de ponto, à disposição na Secretaria das Chefias de Departamento da Unidade II.

Programa de Iniciação Científica

São destinadas 2 (duas) bolsas, anualmente, para o curso de Matemática. Além das duas bolsas, o aluno também pode concorrer à bolsa de melhor projeto de pesquisa.
Existe também a possibilidade de desenvolver o trabalho de iniciação científica sem o auxílio de bolsas.

PIBID

Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência do Centro Universitário Municipal de Franca (Pibid/Uni-FACEF) tem como base legal a Lei nº9.394/1996, a Lei nº 12.796/2013 e o Decreto nº 7.219/2010. O PIBID é um programa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) que tem por finalidade fomentar a iniciação à docência, contribuindo para o aperfeiçoamento da formação de docentes em nível superior e para a melhoria da qualidade da Educação Básica pública brasileira. O Projeto PIBID/Uni-FACEF recebe apoio da Capes, sendo desenvolvido por grupos de licenciandos da IES sob supervisão de professores de Educação Básica e orientação de professores das IES (coordenadores de área). O apoio recebido da Capes consiste na concessão de bolsas aos integrantes do projeto e no repasse de recursos financeiros para custear suas atividades. As escolas onde são desenvolvidas as atividades do PIBID/Uni-FACEF são:

  • Escola Estadual Prof. Mário D’Elia – Rua Couto Magalhaes, 777 – Jardim Consolação. Franca / SP Telefone: (16) 37224514 / 3724 3404.
  • Escola Estadual Profa. Lydia Rocha Alves – Rua Denizar Trevizani, 2020, Jardim Aeroporto III. Franca / SP Telefones: (16) 3701-5239 / 3701-2830.
  • Escola Estadual Prof. Dante Guedine Filho – Rua Dionizio Facioli, 1272 , Vila Franca. Franca/ SP Telefone (16) 3722-4733.

Veja mais informações na página do PIBID.


Visão Geral dos Laboratórios

São três Laboratórios de Informática, instalados e devidamente planejados para utilização em pesquisas, um laboratório de língua (inglês, francês e espanhol), laboratório de psicologia, laboratório de matemática e física e outros de comunicação social.
O Uni-FACEF conta com acesso em banda larga à Internet (2Mb downl./1Mb upl.), salvaguardado por um firewall com Microsoft ISA Server, através do qual alunos e professores realizam pesquisas, contatam com várias instituições e bibliotecas situadas em vários pontos do mundo, além de se utilizarem de softwares específicos.
Cada laboratório possui computadores com Intel Core i7 3.4 GHz, com servidores interligados em rede e à Internet, 24 horas por dia. Cada estação tem instalados softwares específicos para elaboração de atividades acadêmicas, científicas, administrativas, especiais, de pesquisa e de jogos de empresas (SPSS, que tem sido considerado um dos melhores softwares estatísticos do mercado, justamente porque comporta processos que englobam análise estatística em profundidade e possibilita análises estatísticas, desde suas ferramentas básicas como estatística descritiva até testes não paramétricos; análise inferencial (regressão linear, múltipla, ANOVA simples, testes qui-quadrado, entre outros); análise discriminante de cluster, análise fatorial, correlações bivariadas, análise de confiabilidade e escalonamento multidimensional; Economática e muitos outros específicos por disciplinas nos diversos cursos; Statistical Neural Network, para análise de dados, utilizando os princípios de redes neurais para tratamentos específicos de dados, Ariel, que tem se tornado uma ferramenta indispensável para a comutação bibliográfica. Trata-se de uma plataforma que viabiliza o intercâmbio de serviços na área de biblioteconomia e que recebe e envia documentos.
A instituição conta ainda com um site, acessível através do URL <http://legacy.unifacef.com.br> e hospedado internamente, o qual, além das informações institucionais e acadêmicas, possui ainda dois portais, direcionados um à comunidade discente e outro à comunidade docente.

Laboratório de Matemática

1) O Uni-FACEF Centro Universitário Municipal de Franca possui um laboratório de Matemática, com capacidade de atendimento simultâneo a 30 (trinta) alunos, contendo uma biblioteca própria, material de atividades para a disciplina de Prática de Ensino, jogos matemáticos, computadores, etc. Instalado em uma sala de 8 x 10 metros, para uso dos alunos dos cursos de Matemática do Uni-FACEF .

Neste espaço, são desenvolvidas atividades e materiais pedagógicos para utilização em aulas, bem como jogos e brincadeiras envolvendo Matemática.


Jogo do Sapinho

Troque as posições dos sapos (os machos para direita e as fêmeas para a esquerda)

Download Arquivo xls