Informações Gerais

Dados do curso

Criação Turno Regime Vagas Duração
1951 Noturno Semestral 60 até 2017
50 a partir de 2018
8 semestres (4 anos)
Habilitação Título
Bacharelado em Ciências Econômicas Bacharel em Ciências Econômicas

Aspectos Legais de Criação do Curso

Ao longo de mais de 50 anos, o Uni-FACEF vem percorrendo um caminho marcado pela busca de qualidade, seriedade e por um desenvolvimento gradual e sustentada procurando atender a sua demanda local e regional da melhor forma possível. Suas transformações, ampliações e, principalmente, seus avanços no ensino, pesquisa e extensão podem ser pontuados a partir deste breve histórico:

  • Em 24/07/50 – Relatório pedindo funcionamento da Faculdade de Ciências Econômicas de Franca.
  • Em 20/03/51 – Decreto Federal 29.377 autoriza o funcionamento da F.C.E.F. mantida pela I.F.E.
  • Em 04/04/51 – primeira inspeção federal, pelo Dr. José Marques Caram, Inspetor Federal.
  • O Curso de Ciências Econômicas é reconhecido pelo Decreto Federal 40.908/60.
  • Em Lei Municipal nº 2008/64 de 08/01/64, firma-se convênio com o I.F.E., para aquisição da      Faculdade de Ciências Econômicas, e Wálter Anawate é indicado Diretor.
  • As Leis Municipais 1143/63 e 1452/66 transformaram-na em Autarquia Municipal, com nova reestruturação.
  • De 1964 a 1968 funcionou no prédio da Prefeitura, situado à Rua Padre Anchieta, nº 1822.
  • Em 1969 passou a funcionar em prédio definitivo, construído na Av. Major Nicácio, nº 2433.

Objetivos

Diante dos contextos apresentados, foram estabelecidos os objetivos seguintes:

Objetivo Geral

Consolidar um currículo que assegure alta qualidade de ensino no campo de estudo da Economia, tanto em questões teóricas, de diversas perspectivas da ciência objeto de estudo, quanto em aspectos históricos, sociais, metodológicos/instrumentais, articulando graduação, pesquisa e extensão. Por isso, busca solidificar e agregar a formação  teórico-quantitativa e as práticas sociais, além de oferecer uma visão histórica do pensamento econômico, aplicado à realidade local, nacional e mundial, enfatizando a responsabilidade social do futuro profissional da área.

Objetivos Específicos

Para cumprir o objetivo geral, o Curso de Ciências Econômicas, do Uni-FACEF dedica-se ao cumprimento das seguintes especificidades:

  • permear as reflexões da área de conhecimento, com estudos históricos, sociais, filosóficos e outros, de forma a obter integralização de conhecimento e interdisciplinaridade;
  • instrumentalizar o estudante com métodos quantitativos e qualitativos, próprios das ciências sociais e sociais aplicadas;
  • formar  pessoas com habilidades, tanto para um alto desempenho técnico-profissional, quanto para o exercício da cidadania, com uma vivência ética e participativa no mundo social;
  • promover a construção do conhecimento, a sua transmissão crítica e a compreensão do mundo atual, particularmente no que se refere às necessidades locais, regionais, nacionais e mundiais;
  • participar do desenvolvimento de condições e ações que evidenciem o “ aprender a aprender” e promovam a educação continuada, nos campos de atuação profissional com que se identificam;
  • partilhar, com todos os segmentos da sociedade, da identificação, análise e busca de soluções dos problemas da comunidade, tanto local e regional, quanto da sociedade mais ampla.

O Curso de Ciências Econômicas deve possibilitar, aos alunos, uma leitura dinâmica e evolutiva dos cenários econômicos e do comportamento dos agentes sociais, bem como o conhecimento das transformações que vêm ocorrendo na área da Economia, num contexto caracterizado pela globalização e por constantes mudanças tecnológicas, políticas, econômicas e sociais.

Desta forma, o curso de Ciências Econômicas apresenta as mais variadas correntes teóricas, com o objetivo de desenvolver espírito crítico, no corpo discente, sem querer fazer preponderar o absolutismo de uma só corrente da visão econômica, de tal forma que seja possível desenvolver competências e habilidades diversificadas, na formação de um profissional capacitado, para construir conhecimentos multidisciplinares e buscar o contínuo aperfeiçoamento.

Perfil do Egresso

O Curso de Ciências Econômicas do Uni-FACEF pretende viabilizar a formação de um economista qualificado,  para as necessidades do mercado, por meio da construção de conhecimentos técnicos e científicos, ético, e acima de tudo, um cidadão atuante, um agente social consciente das transformações sociais e da importância da participação de cada um na formação de uma sociedade mais justa e equilibrada.

Tem como meta, a partir da união da formação teórica e humanística com a prática, formar o homem para a ação profissional, com visão generalista e sistêmica, porém imbuído de sólida consciência social, indispensável ao enfrentamento das atuações emergentes na sociedade humana e politicamente organizada. Um profissional, com visão abrangente e com capacidade para combinar conhecimentos multidisciplinares, com as novas exigências de um ambiente tecnológico cada vez mais competitivo e mutuante.

Tendo por área de atuação, tanto a iniciativa privada, como o setor público e o terceiro setor, o economista deverá estar preparado para desempenhar tarefas, principalmente, em áreas ligadas ao planejamento econômico, setor financeiro e comércio exterior, funções de assessoria, auditoria, direção e consultoria.

Para isso, deverá desenvolver habilidades: de elaborar raciocínios logicamente consistentes; ler e compreender textos econômicos; elaborar pareceres, relatórios e textos na área econômica; utilizar adequadamente conceitos teóricos fundamentais das Ciências Econômicas; utilizar o instrumental econômico para analisar situações históricas concretas; utilizar formulações matemáticas e estatísticas, na análise dos problemas socioeconômicos; e diferenciar correntes teóricas, a partir de distintas políticas econômicas.

Capaz de lidar tanto com variáveis quantitativas como qualitativas, o profissional da área de economia deverá estar apto a equacionar questões problemáticas, analisá-las e prover soluções equilibradas aos interesses  econômicos, de tal forma que considere suas implicações sociais.

Consciente de que a ciência deve servir ao homem e não o contrário, o profissional de economia poderá ser multiespecialista, na medida em que amplie seus conhecimentos na direção de outros campos de estudo do conhecimento humano, na contínua busca do desenvolvimento de seu potencial intelectual e de sua satisfação pessoal.

Para tanto, o Uni-FACEF, buscando proporcionar a efetivação do perfil profissiográfico do seu egresso, desenvolve algumas habilidades:

  • um constante levantamento e atualização do conteúdo, análise e atualização dos programas das disciplinas e bibliografia utilizadas em cada disciplina;
  • o permanente acompanhamento e controle do desenvolvimento do conteúdo das disciplinas;
  • visitas técnicas, através de intercâmbio com empresas de variadas atividades de nossa região e do estado;
  • pesquisas e desenvolvimento de projetos, seguindo a diretriz estabelecida em nossa missão e também considerando que o curso de graduação tem por função básica a formação profissionalizante.

Com isso, espera-se que o egresso possa apresentar: uma base cultural ampla  que possibilite o entendimento das questões econômicas no seu contexto histórico e social; capacidade de tomada de decisões e de resolução de problemas numa realidade diversificada e em constante mutação; capacidade analítica, visão crítica e competência, para adquirir novos conhecimentos; e domínio das habilidades analíticas relativas à efetiva comunicação oral e escrita.

A qualificação dos Economistas do Uni-FACEF constitui-se mais no “saber- ser” do que no “saber-fazer”. Assim sendo, o egresso deverá ser um profissional polivalente e generalista e não um especialista. Suas funções deverão ser exercidas, a partir de uma ampla base de formação geral, capaz de preparar o Economista competente, o cidadão socialmente responsável e o administrador público, comprometido com a Ética e o bem-estar coletivo.

Formas de Ingressos

O ingresso nos cursos de graduação do Uni-FACEF se faz de três formas: Vestibular, Exame de Seleção de Vagas Remanescentes e Processo Seletivo, com aproveitamento dos resultados do Enem ou do Histórico Escolar.

O Vestibular tem por objetivo selecionar e classificar candidatos capazes de articular ideias de modo coerente,  compreendê-las, relacioná-las e expressar-se com clareza. Está aberto a candidato que tenha completado o Ensino Médio ou o Ensino Superior.

É feito mediante processo classificatório, com o aproveitamento dos candidatos até o limite das vagas fixadas para cada curso, contemplando os sistemas de cotas, 20% negros, 5% egressos de escola pública e 5% para portadores de necessidades especiais.

Os candidatos inscritos no Vestibular fazem uma prova multidisciplinar, elaborada pela Fundação VUNESP, de caráter classificatório, realizada em data amplamente divulgada, pelos principais meios de comunicação, e, internamente, nos murais e no site.

O Exame de Seleção para Vagas Remanescentes é realizado para a seleção e classificação de candidatos à matrícula inicial e transferências nos Cursos de Graduação da Instituição, geralmente em janeiro de cada ano, de acordo com o disposto em Edital próprio, sancionado pelo Magnífico Reitor, e de conformidade com o disposto na Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 – LDBEN – e legislação pertinente aplicável.

O pré-requisito para a Inscrição é concordar expressamente em adaptar-se ao currículo pleno da Instituição, bem como às normas regulares explícitas no seu Regimento Interno.

Para efeito de classificação dos candidatos, são observados os critérios estabelecidos pela Lei Municipal n° 6.287/04, referentes ao sistema de cotas. Os candidatos que quiserem se beneficiar dos referidos critérios deverão obter o Requerimento específico, no site www.unifacef.com.br, preencher, assinar e entregar na Secretaria da Instituição, acompanhado dos respectivos documentos comprobatórios.